5 sinais de que você está criando uma criança em uma terceira cultura

Você já mora e trabalha no exterior com sua família há vários anos? Talvez você tenha mudado de país algumas vezes? Em um mundo de negócios cada vez mais global, há uma geração de crianças crescendo como crianças de uma terceira cultura (CTC).

By Allianz Care | 03 15, 2019

Allianz Care - como crianças de uma terceira cultura

No passado, essas crianças estavam, em grande parte, ligadas àqueles que serviam em postos militares no exterior. Mais recentemente, as crianças de uma terceira cultura estão sendo criadas por pais que trabalham em uma ampla gama de indústrias. Isto se deve a que uma experiência de trabalho no exterior está se tornando cada vez mais atraente para os empregadores. As crianças expatriadas também estão se tornando mais expostas à cultura do país onde vivem.

 

O que é uma Criança de uma Terceira Cultura?

É o nome dado a crianças que são criadas em outras culturas que não a dos pais ou a que pode estar em seu passaporte.  Isto soa familiar a você? Nós listamos algumas outras maneiras de saber se você está criando uma criança de uma terceira cultura:

 

Elas são multilingues

Muitas CTCs podem falar mais de dois idiomas, especialmente se você e seu parceiro falam idiomas diferentes e um terceiro é falado no país em que você está vivendo. Em alguns casos, dependendo de quão integrados seus filhos estão em termos de educação e vida social, eles podem falar três idiomas.

 

Eles voaram antes de seus dentes nascerem

É provável que seu filho(a) tenha voado muito antes de poder andar. É provável que você se recorde de passar com seu(sua) filho(a) pelo controle de segurança em um aeroporto, de segurar seu bebê enquanto dobra o carrinho, de correr para alcançá-lo no corredor estreito de um avião enquanto ele gatinha, ou de tentar acalmá-lo quando ele cai num choro histérico justamente quando as luzes da cabine são desligadas para a noite.  

 

Eles tem amigos em três países diferentes

Isto é possível particularmente se você já teve algumas missões internacionais, onde o final do ano letivo geralmente significa uma mudança para outro país. Enquanto deixar um país pode ser triste, a internet facilita o contato com os amigos via Skype, por exemplo... o que nos leva fácil ao nosso próximo ponto.

 

Eles são um gênio no cálculo de diferenças de horário

Seja contatar os avós em seu país de origem ou os amigos de seu último ano letivo, seu filho pode saber a diferença de horário antes mesmo de você desbloquear seu telefone. 

 

Eles ficam confusos quando alguém pergunta de onde são

A maioria das crianças de uma terceira cultura concordam que esta é uma das perguntas mais difíceis.  Muitos acham que são cidadãos do mundo, mais do que de um único país. 

Embora despedir-se no final do ano letivo seja difícil, ser uma criança de uma terceira cultura pode valer a pena a longo prazo. Pesquisas mostram que eles são melhores em lidar com mudanças quando adultos e, muitas vezes, podem ser mais atraentes para os empregadores.

Sabemos que esta lista não é exaustiva.  Deixe um comentário na nossa página no Facebook sobre outras maneiras como você sabe que seus filhos são crianças de uma terceira cultura. Não importa a quantas culturas seus filhos pertencem, sua saúde e bem-estar são seu maior patrimônio. Certifique-se que eles tenham a cobertura de saúde que necessitam enquanto vivem no exterior com um seguro de saúde internacional para as famílias.